Celebridadesxdrogas’s Blog

Michael Phelps

Posted by celebridadesxdrogas em março 25, 2009

Michael PhelpsMaior nadador da história e recordista de medalhas de ouro olímpicas (14), o nadador norte americano Michael Phelps foi flagrado fumando um bong – cachimbo utilizado para fumar qualquer tipo de erva – geralmente maconha – durante uma festa universitária. Pediu desculpas por seu deslize, mas mesmo assim foi suspenso por 3 meses pela Federação Americana de Natação. Phelps já teve problemas com bebidas e em 2004 passou um ano e meio sob observação após dirigir alcoolizado.

 

 

 

 

Autora:  Érica Saraiva.

Posted in Michael Phelps | 2 Comments »

Rei, Rei, Reinaldo de Lima

Posted by celebridadesxdrogas em março 25, 2009

Reinaldo, o José Reinaldo de Lima, 44 anos, o maior artilheiro da história do Clube Atlético Mineiro, viveu uma época gloriosa entre o final da década de 70 e inicio da década de 80. “Rei, Rei, Rei, Reinaldo e nosso Rei”.Esse foi o grito que  mais se ouvia no Mineirão nesses anos. Após várias cirurgias nos joelhos, Reinaldo deixou os gramados. Entrou em depressão e se envolveu com as drogas. Passou por tratamento de desintoxicação física e espiritual e com apoio de familiares e torcedores deu a volta por cima.

Autora: Maria de Fátima.

Posted in José Reinaldo de Lima | 2 Comments »

Elis Regina Carvalho Costa

Posted by celebridadesxdrogas em março 25, 2009

 

Elis Regina Carvalho Costa nasceu em 17 de março de 1945 em Porto Alegre, RS.

Foi, sem dúvida, a maior cantora brasileira de todos os tempos. Com técnica e garra, lançou alguns dos principais compositores brasileiros, como João Bosco e Aldir Blanc, Renato Teixeira, Fátima Guedes – só não lançou Chico Buarque porque resolveu pensar sobre o assunto – Nara Leão foi mais rápida.

A “pimentinha”, como era chamada, tinha – como João Gilberto – a perfeição como meta. Exigia muito de seus músicos e compositores, exigia de sua gravadora, exigia de sua voz. Ganhávamos nós, o público. Não foi sempre assim – quando veio do Rio Grande do Sul tentou carreira no Rio de Janeiro – não foi pra frente. Seus primeiros discos são repletos das exigências da mídia, Elis teve que cantar o que vendia na época.

Transferindo-se para São Paulo, encontrou a cidade de braços abertos. Foi aqui que Elis chegou a perfeição, e foi aqui que se transformou numa tradição, tal qual sua amiga Rita Lee. Elis virou São Paulo, que a acolheu e a recolheu, quando se foi aos 36 anos, em 19 de janeiro de 1982.

Foi a primeira pessoa que inscreveu sua voz como instrumento, na Ordem dos Músicos do Brasil. E era. A voz de Elis soava como instrumento afinado, não perdendo, nem por um minuto, o carisma e a emoção em cada canção.

Envolveu-se com tudo de forma radical – com a música, com a política, com a vida. Maldita para muitos, Elis tinha sempre a frase certeira, a mente afiada, propósitos firmes: “Cara feia pra mim é bode… Sou mais ardida que pimenta!”. (Carô Murgel)

Até que … resultados da autópsia e dos exames toxicológicos realizados em Elís Regina

. O laudo número 415/82 do Laboratório de Toxicologia do Instituto Médico-Legal revela “resultado positivo para cocaína e álcool etílico, este na quantidade de um grama e seiscentos miligramas de álcool etílico por litro de sangue; a quantidade de álcool etílico encontrada em nível sanguíneo revelou estar a vítima sob estado de embriaguez, e a presença de cocaína caracterizou o estado tóxico, que em somatória pode responder pelo evento letal” e assim morre Elis Regina aos 36 anos no ano de 1982.

Uma carreira brilhante… uma vida conturbada… Uma voz magnífica que se calou nas drogas…

Uma das suas mais belas canções: Se eu quiser falar com Deus

 

Autora: Isabel Pereira.

Posted in Elis Regina | 3 Comments »

Volta…Fábio Assunção!

Posted by celebridadesxdrogas em março 23, 2009

 

Fábio Assunção

Fábio Assunção

 

Falando em drogas, acredito que todo artista “bem sucedido” corrre grande risco de exagerar nos prazeres que o mundo oferece – coisas do Diabo- e meu querido bonitão Fábio Assunção caiu nessa armadilha e tem lutado muito para largar as drogas. Vários artistas mundialmente conhecidos também entraram nessa,  pena que poucos conseguem sair do mundo das drogas. Tudo indica que o Fábio conseguirá se safar. Creio que esse negócio de ser afastado de novela da GLOBO – sendo esse protagonista – dará forças ao nosso colírio…

 

Autora:  Soliene Oliveira.

Posted in Fábio Assunção | 3 Comments »

Rock X Drogas.

Posted by celebridadesxdrogas em março 23, 2009

 

Um grande número de pessoas associa Rock às Drogas, pois a maioria dos shows nos quais vemos, a droga está sempre presente. Mas nós não podemos levar em consideração que somente os shows de Rock aprensentam envolvimento com as drogas. A droga está presente em muitos locais de nossa cidade, e não podemos pegar simplesmente o gênero musical de rock (por apresentar letras e arranjos pesados) e colocá-lo como principal meio de comercialização da própria.
Sim, vemos que algumas letras fazem apologia às drogas e outras coisas mais pesadas, mas não são todas as bandas que fazem o mesmo, pois dentro do gênero Rock existem vários “sub-gênero”‘ onde podemos encontrar do rock leve até ao rock mais pesado. O rock é um gênero onde existe muita variação de estilo, sinfonia e componentes do grupo. Muitos falam que antes de começar uma apresentação de Rock, muitos de seus componentes se drogam para aguentar o ritmo “único”‘ até ao final da apresentação. Não creio que seja assim, acho que alguns podem se drogar, mas nao para aguentar um “único”‘ ritmo até ao final da apresentação, mas sim por terem muitos músicos que se amarram em cheirar, fumar e beber.
Tanto no Rock como em outros gêneros musicais, existem sim pessoas que usam drogas para cantar, tocar ou seja lá o que for. Nenhum gênero musical está fora desse assunto que tanto pesa sobre o rock.
O rock não é um incentivo à droga, mas sim um gênero musical como qualquer outro para você curtir.
guitarra1
Autor:  Lucas Britto.

Posted in Rock X Drogas | 8 Comments »

Celebridades e Drogas …

Posted by celebridadesxdrogas em março 10, 2009

A cantora Britney Spears foi protagonista de cenas dignas de uma novela (ruim) recordiana: um casamento conturbado culminado em divórcio, bebedeiras, fotos de suas partes intímas pipocando pela internet, perda da guarda dos filhos, ganho de peso, guarda-roupa duvidoso, clínicas de rehabilitação e, quando alguns já se preparavam para uma coletânea póstuma, ela volta magra, limpinha e arrependida.

britney e sua calcinha rosa.

Britney e sua calcinha rosa.

Na época, as revistas de fofocas creditavam seu comportamento ao uso de drogas: anfetaminas, cocaína, dentre outros. Drogas e fama, muitas vezes, caminham juntas. Porém, o que se percebe hoje é que as fotos que estampam os tablóides com escândalos e comportamento selvagem são, na maioria das vezes, creditadas a mulheres: Amy Winehouse, Lindsay Lohan, Lilly Allen, Kate Moss, etc. Todas jovens, talentosas, bonitas e com um comportamento somente antes relacionado a homens.

Para citar alguns, Kurt Cobain, Jimi Hendrix, Keith Richards, Johnny Deep, sempre foram abertos com a mídia sobre sua relação com drogas. Aqueles que sobreviveram a ela, hoje são respeitados e cultuados. Aqueles que não tiveram a mesma sorte, foram praticamente canonizados. Para os homens, sua vida de excessos sempre fica em segundo plano em entrevistas ou ganham uma estampa romântica de gênio pertubardo. Para as mulheres, sempre foi reservada uma imagem pública dócil, simpática e pacata, algo completamente difícil de se conseguir no mundo de hoje que, não só cerca essas mulheres de pressões absurdas, ainda as coloca em um microcosmo onde tudo ganha proporções gigantescas.

lindsay e a "mardita".

Lindsay e a "mardita".

Se hoje as mulheres ditas “normais” tentam se equilibrar na rotina ” dona de casa, carreira, filhos, casamento e boa aparência”, as celebridades tem suas vidas devassadas e consumidas por todo o mundo. Não basta o talento, é necessário ser bela 24 horas por dia, uma ida a um restaurante pode se tornar uma manchete em todo mundo e um relacionamento desfeito torna-se temas de tese e reportagem vazias em revistas para o público feminino. Se os homens encontram outros que os admira, as mulheres encontram um ambiente hostil e competitivo, onde um deslize se quer pode comprometer não só sua carreira como sua vida pessoal.

Adolescentes de todo mundo, acabam por sentir as mesmas pressões em proporções menores, idolatram o comportamento trangessor como uma forma de se rebelar. Muitos blogs são dedicados não só a drogas, mas a anorexia, bulimia, tratamentos cirúrgicos, desabafos sobre uma eterna insatisfação íntima e externa, além do consumo crescente de alcoól entre mulheres entre 20 e 30 anos.

amy e suas bebedeiras por Londres.

Amy e suas bebedeiras por Londres.

Este blog em momento algum faz apologia às drogas ou absolve as celebridades, que sim, ganham dinheiro com sua imagem e devem passar uma mensagem positiva as suas fãs, mas convida a refletir sobre o machismo e pressão que ainda povoa o mundo feminino e que, muitas vezes, faz com que este tipo de escapismo se torne cada vez mais popular entre as mulheres.

Afinal, se para Britney sobraram piadas e humilhação, para o ator Heath Ledger, o “Coringa” de Batman – O Cavaleiro das Trevas e morto por overdose no ano passado, restou muitas homenagens e um Oscar póstumo.

 

Britney viajando.

Amy cantando seus problemas.

Kate moss: cokate.


 

Artigos Relacionados:

Revista Elle / abril 2008:

http://elle.abril.com.br/estilo-de-vida/atitude/estilo-de-vida-atitude-bad-girls-417099.shtml

Revista Veja / agosto 2007:

http://veja.abril.com.br/010807/p_092.shtml

fotos: google images.

Autora: Renata Queiroz.

Posted in Celebridades X Drogas | 11 Comments »

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.